Os limites do mau gosto

Características-da-DepressãoInternet: o “local” onde muito é possível, onde todas as opiniões são expostas, todas as fotos compartilhadas, milhares de memes surgem todo dia, e a zueria , é claro, essa não tem limites! Mas deveria ter…

Quase todos os dias, olho minhas redes sociais, verifico meu Whatsapp, mando e recebo mensagens e memes, vejo blogs de humor, e gosto muito, são divertidos. Mas utimamente a zueira perdeu os limites do respeito. Recebo fotos de pessoas aleatórias, prints de conversas, vergonhas alheias, vídeos, etc. Depois da notícia da jovem que se suicidou por ter seu vídeo íntimo sendo rapidamente espalhado pela Internet e Whatsapp’s da vida (veja aqui a notícia), comecei a me questionar: quem são essas pessoas aleatórias que aparecem em memes todos os dias?

Fotos estranhas, selfies, corpos gratuitos no Instagram, montagens toscas, vídeos pornográficos, prints de conversas íntimas, um monte de baboseiras sem fim disseminadas todos os dias, e pior, que automaticamente se armazenam no meu celular sem o meu consentimento. Vamos pensar juntos: e se fosse com você? E se fosse sua filha (ou filho)? Sua prima, irmã, parente, amigo…? Já pensou no quão constragendor seria se você descobrisse que tem um perfil fake no Facebook? Se um vídeo seu vazasse na internet (mesmo com você consentindo em filmar ou não)? Se fotografassem você pagando cofrinho na rua? Se fizessem um meme com a sua cara dormindo de boca aberta no metrô?

Perdemos os limites, perdemos o respeito, perdemos a noção do uso que fazemos com nossos celulares e suas respectivas câmeras. Pessoas que fotografam um momento ruim de alguém e postam no Facebook procurando “likes”, devem repensar sua existência. Ainda acho um absurdo a facilidade que é salvar uma foto qualquer de um amigo através das redes sociais, em disseminar vídeos no Whatsapp, mas, infelizmente, isso é dificílimo controlar.

Cabe a nós, pessoas humanas de bom coração, evitarmos este tipo de exposição nas redes sociais, evitarmos permissões para vídeos aleatórios no YouTube, denunciar páginas de mal gosto, evitarmos compartilhar situações constrangedoras de pessoas alheias. É preciso repensar o uso que fazemos das redes sociais, tanto a respeito daquilo que publicamos sobre nós mesmos, quanto sobre outras pessoas ou coisas aleatórias. Tem sempre aquela turma que gosta de aparecer, mas, deveriam tomar mais cuidado…

Segue abaixo algumas imagens estranhas que vi por aí que gostaria de comentar, uma por uma:

1

Inacreditável… Primeiro, este português fantástico, mas não vem ao caso agora. A situação mal aconteceu e mil curiosos de plantão já estão em busca do vídeo, e ainda me aparecem com um comentário desses… Tudo o que os familiares que sofreram com a perda menos querem nesse momento é mais constragimento… Vamos respeitar o sofrimento da família e deixar isso pra lá? Amigão, quer bater uma bronha? Assista vídeos pornôs, as mulheres de lá consentiram para aparecer fazendo sexo #ficadica 

IMG_12177401790046

Gente, o problema é dela, o corpo é dela, ela faz o que bem entender. Quanto as consequências disso para a sua vida no mercado de trabalho, ela irá aprender e entender, aceitar ou não. Tem gente que ganha dinheiro com body modification, quem sabe ela não segue esse caminho?! Nada justifica os comentários maldosos e absurdos que eu li sobre ela, a quantidade de likes que esta foto recebeu.

IMG-20140123-WA0004

Tudo bem que nossa amiga escolheu mal a calça, mas imagina você chegando em casa e descobre que esse alguém é você? :/

IMG-20140128-WA0002

Esse casal é supreendentemente corajoso (pra não dizer maluco) em fazer um troço desses no meio da rua. Mas dá pra ver que são adolescentes (mesmo comigo rabiscando seus rostos), e adolescentes são em sua grande maioria inconsequentes, né?! A pessoa que flagrou isso deveria guardar esse momento engraçado pra si, contar para os amigos, e acabou. Na foto é possível ver bem o rosto da menina e do rapaz (mas eu tirei com muita arte), criaram um meme, ficou viral… Eu no lugar dela nem saia mais de casa 😦

IMG-20140210-WA0003

Quem já viu por aí essa imagem sabem de “quem” eu estou falando. Essa pessoa tem uma página própria fake nas redes sociais, mas provavelmente seu rosto é de “alguém de verdade”. Será que essa pessoa conhece essas montagens toscas?

Sem título

Esse é um típico caso em que me parece que o rapaz deixou ser filmado. Mas, além dele, já vi vídeos de mudos cantando ou conversando, com pessoas filmando escondido . Já vi pior: pessoas não mudas cantando como mudas. Isso pra mim é zoação de mau gosto.

IMG-20140328-WA0009

Essa foto pode ter surgido por dois motivos: ou ela quis espalhar por aí, ou talvez ela mandou para um namorado (ou ex), amigo, que resolveu disseminar por aí os peitos dela. Vai saber… Consequência? Isso… :O
Lembrei de outro meme, este abaixo:

IMG-20140214-WA0005

 

HAUAHSUAHUA pra descontrair um pouco e fechar com chave de ouro, a que ponto chegamos? (Leia isso sem rir, o assunto é sério!)

Enfim, reforço que não estou aqui para julgar sobre se as pessoas consentem ou não quanto a disseminação das fotos que publicam, se fazem isto para aparecer, etc. Acredito imensamente que muitas dessas pessoas não conhecem o verdadeiro risco que é ser tão “livro aberto” na internet. Cabe também às pessoas que tiram prints ou criam memes aleatórios repensarem nos riscos e consequências para o alvo da brincadeira. Nem tudo que está viral na Internet sobre pessoas e circunstâncias surgem com o consentimento delas. Não queira ser o responsável ou o culpado por suicídios e sofrimentos alheios, evite ser alvo de brincadeiras de mal gosto. Não podemos aceitar o discurso do “deixou filmar, agora aguenta” ou “é muito safada mesmo” e aceitar a morte daquela menina por isto. Isso é perda de liberdade sendo afetada pelo nosso medo. Medo de sair a noite, beber uns a mais e ser filmado fazendo vergonha, entre mil outras possibilidades. Vamos nos respeitar mais? ;D

Advertisements